Mesa Completa - Por Solange Souza

Menu

Especial Publicitário

Vinhos da SemanaVinhos e etc • 19 de fevereiro de 2020

Sul da Itália

Brancos como Pinot Grigio, Catarratto e Greco di Tuffo, e tintos como Nero d’Avola e Negroamaro são gastronômicos e deliciosos

Em geral, os vinhos do Sul da Itália reúnem qualidade (que vem aumentando a cada ano) e bons preços. Um bom exemplo são os vinhos da Puglia, onde os produtores passaram a valorizar as uvas locais e a adotar a agricultura sustentável e orgânica. É o caso da vinícola Paololeo, cujo Pinot Grigio delicioso abre este post. Há alguns anos este produtor lançou uma linha orgânica (30% dos vinhedos são de cultivo orgânico), que vem fazendo sucesso no Brasil. Experimente estes dois vinhos.

• Paololeo Pinot Grigio Tarantino IGP 2018 – R$ 107,91

• Paololeo Negroamaro Salento IGT 2018 – R$ 107,91

Vinhedos da vinícola Paololeo, na Puglia

A Sicília também passou por uma valorização de uvas locais, como as brancas Catarratto e Grillo e a tinta Nero D’Avola. Entre as variedades internacionais, a Syrah é a de maior destaque. Nessa região, a Mùsita (o enólogo é Giorgio Flesati, da chilena Falernia) produz vinhos interessantes e acessíveis. Nos últimos anos, este produtor começou a adotar a agricultura orgânica e já estão disponíveis no Brasil os vinhos varietais desta linha. Conheça alguns deles:

• Musìta Catarratto Biologico Sicilia DOC 2018 – R$ 102,46

• Musìta Nero D’Avola Biologico Sicilia IGP 2017 – R$ 126,44

Da região da Campânia, chegam os vinhos da Donnachiara, que, apesar de não se enquadrarem entre os de preços acessíveis, são excelentes. Minhas sugestões são:

• Donnachiara Greco di Tufo DOCG 2017 – R$ 224,54

• Donnachiara Campania Aglianico IGT 2010 – R$ 158,05


0 Comentários

Deixe o seu comentário!