Mesa Completa - Por Solange Souza

Menu

GastronomiaMinha Cozinha • 1 de setembro de 2020

Rabanete e champanhe?

Inspirada em um artigo da revista Decanter fiz esta experiência. Confira duas receitas com rabanete e sugestões de espumantes

Um tempo atrás, li um artigo na newsletter da revista inglesa Decanter cujo título me chamou a atenção: “Esqueça ostras, rabanete é uma excelente combinação para champanhe”. Com depoimentos de produtores de champanhe, o texto continuava relatando que “muitos amantes do vinho podem escolher ostras ou caviar para a harmonização dos sonhos com champanhe, mas não despreze as qualidades de um simples rabanete…”. A razão para o sucesso dessa combinação estaria no fato de ambos, rabanete e champanhe, terem toques picantes.

No último fim de semana, fiz a prova com meu marido! Escolhemos o espumante Hunter’s Miru Miru (Premium Wines), da Nova Zelândia, que tinha características que lembravam um champanhe. Uma das sugestões da matéria era justamente combinar rabanetes assados na manteiga com champanhe e foi o que fizemos com o espumante. O resultado foi muito bom!

Para preparar os Rabanetes ao Forno: lave-os bem, mantendo os cabinhos para ficar mais bonito o prato. Seque, corte-os ao meio e coloque numa vasilha refratária. Tempere com sal e pimenta-do-reino a gosto, junte um pouco de manteiga e um fio de azeite e leve ao forno até ficarem cozidos e dourados. Acompanhe com um espumante que tenha boa estrutura.

Para o Carpaccio de Rabanete, minha sugestão é um espumante mais fresco. Há ótimas opções entre os espumantes brasileiros. E para fazer esta entradinha, lave e seque os rabanetes, corte-os bem fininhos (se tiver uma mandoline, melhor) e distribua as fatias em pratinhos. Prepare um molho com mostarda de Dijon, azeite de oliva extravirgem e um pouco de suco de limão siciliano (antes de espremer o limão, rale a casca sobre os rabanetes). Regue o carpaccio, tempere com flor de sal e complete com castanhas de caju picadas e salsinha bem picadas. Aprendi esta receita com a Celita, uma mineira que manda muito bem na cozinha.

Escolha rabanetes firmes, de cores vivas, para garantir o frescor e a crocância

Sempre amei rabanete e costumo colocar nas minhas saladas, usar com pastas, como a de grão-de-bico (homus) e até em sanduíches. O rabanete no forno, menos comum, é mais recente. Você pode combinar o rabanete com outros legumes e preparar no forno, como uma entrada ou acompanhamento.


2 respostas para “Rabanete e champanhe?”

  1. Valeria Costa disse:

    nunca imaginei um rabanete cozido…. fica bom mesmo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *