Mesa Completa - Por Solange Souza

Menu

GastronomiaMinha Cozinha • 6 de agosto de 2019

Dia dos Pais

Minhas sugestões são: Risoto de linguiça e erva-doce, Caponata e Brasato al Barolo, três delícias da cozinha italiana

A cozinha italiana está entre as minhas favoritas e foi nela que me inspirei para sugerir estas três receitas para o Dia dos Pais, com dicas de vinhos para acompanhar. O Risoto de Linguiça Toscana e Erva-doce traz essa combinação muito comum na Itália. Lá, eles usam as sementes de erva-doce no preparo de algumas linguiças e fazem pratos como massas e risotos que levam estes ingredientes. Eu costumo colocar a linguiça no forno, para diminuir o teor de gordura do prato, junto com erva-doce fresca e cebolas. Depois, faço o risoto como na receita abaixo.

Risoto de Linguiça Toscana e Erva-doce

Ingredientes

  • 1 xícara (chá) de arroz carnaroli ou arbório
  • 3-4 colheres (sopa) de vinho tinto de boa qualidade (escolha um que tenha boa acidez)
  • caldo de legumes
  • 2 a 3 gomos de linguiça toscana (depende do tamanho)
  • 2 cebolas (uma delas cortada em gomos e a outra picada)
  • 1 bulbo de erva-doce com os ramos
  • azeite de oliva
  • manteiga
  • sal e pimenta-do-reino a gosto

1. Coloque a linguiça em uma assadeira junto com as cebolas cortadas em gomos e a erva-doce cortada em pedaços (corte no sentido do comprimento). Leve ao forno médio, preaquecido, por alguns minutos, até a linguiça cozinhar.
2. Em seguida, retire a assadeira do forno, elimine a pele da linguiça e esmigalhe o miolo. Reserve a cebola e a erva-doce. Caso você não tenha um caldo de legumes à mão, coloque um pouco de água fervente no fundo da assadeira, coe e use no preparo do risoto.
3. Em uma panela de fundo grosso, coloque um pouco de azeite. Junte a cebola e refogue. Acrescente o arroz e misture bem. Junte o vinho, aumente o fogo e deixe evaporar. Comece a adicionar o caldo fervente, aos poucos, mexendo sempre.
4. No meio do cozimento, cerca de 15 minutos depois de começar o processo, coloque a linguiça, mexendo bem. Tempere com sal e pimenta-do-reino.
5. Por fim, acrescente a erva-doce e a cebola que foram ao forno. Adicione ainda alguns pedacinhos dos talos mais finos da erva-doce, que vão dar uma crocância deliciosa ao prato. Adicione um pouco de manteiga e misture com delicadeza.
6. Distribua o risoto nos pratos e decore com um raminho de erva-doce.

Sugestão de vinho: Rosso di Montalcino

Caponata entre amigos

A Caponata é um prato típico da Sicília, que adoro fazer. Tirei esta receita do livro A Itália de Jamie, do cozinheiro inglês Jamie Oliver e sempre faz muito sucesso. Além de ser uma entrada deliciosa, pode ser usada para temperar massas. O melhor é que pode ser preparada com antecedência. Dei esta receita logo no início do Mesa Completa e repito aqui para quem nunca viu.

Caponata

Ingredientes

  • 2 berinjelas grandes
  • azeite de oliva ou óleo
  • 1 colher (chá) de orégano seco
  • 1 cebola roxa bem picada
  • 2 dentes de alho cortados em lâminas
  • 2 colheres (sopa) de alcaparras em conserva de sal
  • azeitonas verdes sem caroço a gosto
  • 5 tomates grandes picados grosseiramente
  • sal e pimenta-do-reino a gosto
  • salsinha picada a gosto

1. Escolha berinjelas firmes e com poucas sementes e corte-as em pedaços grandes. Numa frigideira grande e antiaderente, coloque um pouco de azeite ou óleo, deixe aquecer e junte os pedaços de berinjela (a frigideira deve ser grande para que a berinjela doure por igual). Polvilhe com o orégano, tempere com sal e mexa com cuidado, virando a berinjela de todos os lados, até dourar bem (não tenha medo de deixar até ficar escura).

2. Junte a cebola e o alho e cozinhe por mais alguns minutos. Se necessário, junte mais azeite. Acrescente as alcaparras, lavadas e escorridas, e as azeitonas e misture. Junte os tomates, mexa e deixe cozinhar por mais 15 minutos, ou até murchar. Acerte o sal, junte pimenta a gosto e, se preferir, regue com um pouco mais de azeite. Polvilhe a salsinha e sirva quente ou fria, acompanhada de pão.

As alcaparras em conserva de sal são mais difíceis de serem encontradas, mas são mais saborosas.

Sugestão de vinho: escolha um branco fresco, como o Catarratto da Sicília, ou um Sauvignon Blanc do Novo Mundo.

O Brasato Al Barolo é um prato típico do Piemonte. Esta receita, adaptada do livro Trattoria de Patricia Wells, foi preparada em nossa casa de campo para um almoço com amigos. Ficou divina! Para conferir a receita, veja o post, ciclando no nome do prato.

Sugestão de vinho: um Barolo vai valorizar ainda mais o lado de especiarias desse prato. Outras opções são um Barbera ou um Nebbiolo d’Alba, todos do Piemonte.

Cozinhar dá um certo trabalho, mas é algo que dá uma independência enorme! Você decide o que fazer e pronto, está tudo em suas mãos


2 Comentários

  1. Carla disse:

    Todas deliciosas Adorei

Deixe o seu comentário!