Mesa Completa - Por Solange Souza

Menu

ExperiênciasVinhos e etc • 19 de outubro de 2018

Nobile di Montepulciano

Visitei Luca Tiberini, produtor de Vino Nobile di Montepulciano (entre outros), vinho elegante que está entre meus favoritos

Uma das experiências mais bacanas que tive na minha viagem à Toscana, foi visitar a Tiberini, produtor orgânico de Montepulciano. O dia estava perfeito, com céu azul, e nos vinhedos as uvas estavam prontas para a colheita, que começaria em dois dias. Luca Tiberini mostrou a diferença do sabor das uvas em cada fileira de videiras, de acordo com o tipo de solo. Para quem não é do ramo, pode parecer muito técnico e entediante, mas para mim foi o máximo. Depois, provamos alguns vinhos que ainda estavam em tonéis e partimos para algumas garrafas. A tarde foi caindo e começaram os sons noturnos da natureza, enquanto a gente se deliciava com seus vinhos.

São seis gerações de viticultores, o que faz da Tiberini um nome muito tradicional na região. Entre os vinhos que ele produz estão:

• Tiberini Maturato Bianco – feito somente em algumas safras, com a uva Pulcinculo (principal uva usada na produção de Vin Santo), é estruturado e gastronômico, com notas de amêndoas.

• Tiberini Podere Le Caggiole Rosso di Montepulciano – feito com Prugnolo Gentile (90%), Canaiolo Nero e Mammolo, um vinho fresco e delicioso, excelente para acompanhar pizzas, massas e salumeria;

• Tiberini Podere Le Caggiole Vino Nobile di Montepulciano – com Prugnolo Gentile (85%), Canaiolo Nero (10%) e Mammolo (5%) é a grande estrela da região. Elegante, suculento na boca e com boa estrutura, pode ser tomado sozinho, mas fica muito bom acompanhando uma refeição.

• Tiberini Podere Le Caggiole Vino Nobile di Montepulciano Riserva – ele produz duas versões deste vinho de vinhedos únicos: Campaccio, com solos argilosos, e Fassatone, com solos arenosos (acreditem, o solo faz muita diferença no resultado final).

Menos conhecido, o Vino Nobile di Montepulciano esbanja elegância e frescor, além de ter preços mais atraentes do que o Chianti. É um vinho perfeito para acompanhar refeições.

Luca Tiberini nos mostrou alguns pontos da cidade de Montepulciano e dos arredores, nos levou para provar especialidades da cozinha local (veja o post Taverna-Enoteca Da Roberto) e foi muito além de falar apenas sobre seus vinhos.

Montepulciano é desses lugares apaixonantes e esconde algumas joias como o Caffè Poliziano, onde se pode tomar um vinho ou um café num terraço com a vista espetacular da cidade e dos arredores. Foi o primeiro lugar ao qual Luca nos levou, para um drinque de boas-vindas.

Notas: Prugnolo Gentile é uma variação da Sangiovese, a uva mais famosa da Toscana. Os vinhos da Tiberini são importados pela Premium Wines.


0 Comentários

Deixe o seu comentário!