Mesa Completa - Por Solange Souza

Menu

GastronomiaRestaurantes • 29 de maio de 2019

Restaurante Cepa

O chef Lucas Dante e a sommelière Gabrielli Fleming brilham no Cepa, com cozinha autoral e carta de vinhos diferenciada

O que faz a gente gastar quase uma hora num sábado para chegar a um restaurante? A vontade de conferir sua fama. No último sábado, meu marido e eu, que não medimos esforços por um bom prato de comida, fomos conhecer o Cepa, no Tatuapé, bairro que tem se destacado pela qualidade dos restaurantes fora do circuito óbvio da gastronomia paulistana. Nossa experiência foi tão boa, que certamente vamos voltar.

O Cepa é comandado pelo casal Lucas Dante, chef de cozinha, e a sommelière Gabrielli Fleming. Ele já trabalhou na Osteria del Pettirosso e os dois tiveram passagem pela Hospedaria, na Mooca. Toda a equipe é muito simpática e na nossa visita tinha roda de samba (nem sempre tem samba), com uma bela seleção de músicas, o que completou o alto astral do lugar.

Muitas das preparações são feitas na casa, como os curados, os pães e a ricota. Tudo esbanja frescor, já que o chef prioriza os ingredientes sazonais. Começamos com o Trio de Acepipes (R$ 22), que vem com berinjela defumada (sem exagero na defumação), escarola escabeche, ricota delicadamente temperada e fatias de pão.

Os Curados (R$ 26), muito bem preparados pelo chef, incluem coppa, pancetta, papada e lardo, acompanhados de picles da casa e de fatias de pão. Acompanhamos as entradas com o Empreinte du Temps Grenache Gris IGP Côtes Catalanes, do produtor biodinâmico Ferrer-Ribière (adoro!)do Languedoc-Roussillon (Premium Wines), que levamos.

Como prato principal, escolhi o Dianteiro de Angus, com feijão branco no Jerez (R$ 58), um pouco de tomate e uma farofa de pão. Amei o sabor acidulado (uma das marcas do chef) do feijão e a crocância dada pela farofa. Meu marido optou pelo Copa Lombo de Porco Preto (R$ 48), acompanhado de purê de maçã, brócolis, picles e pururuca, que estava muito bom. Com estes pratos, tomamos o Classik Bergerac Rouge, do Château Jonc Blanc (Wines4U), um vinho natural delicioso, que combina Cabernet Sauvignon, Merlot e uma pequena porcentagem de Malbec, que Gabrielli nos recomendou.

As sobremesas tinham a minha cara: não muito doces, saborosas e delicadas. A Gelatina de espumante e pera (R$ 16), além de gostosa, era linda no seu estilo minimalista.

A Compota de tangerina veio acompanhada de ricota fresca (R$ 16) e estava o máximo. A carta de vinhos é outro diferencial do Cepa e Gabrielli capricha na seleção de rótulos que privilegia orgânicos, biodinâmicos e naturais. Um programão!

Restaurante Cepa
Rua Antonio Camardo, 895
(11) 2096-0687

 


0 Comentários

Deixe o seu comentário!