Mesa Completa - Por Solange Souza

Menu

GastronomiaRestaurantes • 5 de novembro de 2021

Pacato Restaurante

No recém-inaugurado Pacato, em Belo Horizonte, o chef Caio Soter utiliza ingredientes da roça para preparar pratos modernos

O Pacato, restaurante do chef Caio Soter, é muito agradável de estar. Ambiente elegante, louça de bom gosto, música de grandes cantores mineiros. Ao fundo do salão encontra-se a cozinha muito bem equipada de onde saem as preparações criadas pelo chef. Jantei lá com meu marido e começamos pelo Milho Assado, servido com molho gribiche (feito à base de gema, mostarda e outros ingredientes), páprica e coentro (R$ 48). Gostei da apresentação e do sabor, que ficou perfeito com o Delgado Zuleta Fino. Achei ótimo ter Jerez na carta, estilo que eu adoro para iniciar uma refeição (e para terminar também!).

Ambiente elegante, com a moderna cozinha no fundo do salão

Vegetais, frango e porco compõem o enxuto cardápio do Pacato (nada de peixes). Segundo o chef, a inspiração é a culinária mineira, a cozinha de quintal, mas não espere nenhuma preparação convencional, já que o estilo da cozinha é super moderno, com o uso de muita técnica. O menu degustação (R$280) tem sete tempos e propõe sensações diversas.

Plin de Cenoura e Ora-pro-nóbis, com água de tomate e queijo do Miguel

Preferimos optar pelo menu normal e pedimos dois pratos principais diferentes para trocar no meio da refeição, como fazemos sempre: a Lasanha de Frango Caipira, com farofa, cebola queimada e glacê (R$ 92) e o Plin de Cenoura e Ora-pro-nóbis, com água de tomate e queijo do Miguel (R$ 86), que foi o ponto alto do jantar. A massa rústica trazia um delicado recheio de cenoura, com a água de tomate e o queijo completando o sabor delicioso. Acompanhamos nossos pratos com um Borgonha tinto, que levamos. 

Para terminar, escolhemos uma sobremesa bem mineirinha: Sonho com Goiabada Cítrica e creme de soro de leite (R$ 32). 

A carta de vinhos, criada pelo sommelier Gustavo Giacchero (ex-Fasano BH), é bem bacana e inclui alguns rótulos mineiros.

O chef Caio Soter nasceu em Belo Horizonte e sempre teve uma ligação forte com a cozinha mineira. Fiz uma Live com ele em 2020, quando o Alma Chef, restaurante onde trabalhava, anunciava seu fechamento. Caio tinha acabado de participar da segunda edição do programa de gastronomia Mestre do Sabor, da Rede Globo, e estava começando seus cursos de cozinha on-line. Hoje ele se divide entre o Pacato e  O jardim, de comida descomplicada. 

Pacato
Rua Rio de Janeiro,  2735, Lourdes
Belo Horizonte, Minas Gerais


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *