Mesa Completa - Por Solange Souza

Menu

GastronomiaRestaurantes • 22 de março de 2019

Charco Restaurante

Tuca Mezzomo e Nathalia Gonçalves comandam o Charco, que tem como ponto forte as preparações na brasa de inspiração sulista

A saborosa chuleta que abre este post vem acompanhada de legumes feitos também na brasa (divinos!), uma saladinha e farofa e foi um dos pratos que comemos em nossa visita ao Charco. De entrada, meu marido e eu pedimos o delicioso cotechino, feito na casa, acompanhado de cebola roxa em conserva e mostarda em grãos, sobre um brioche tostado. O forte da casa são as carnes vindas do Rio Grande do Sul, como o churrasco de ovelha, mas há opções interessantes de frutos do mar, como o polvo, que chegam de Santa Catarina. Tudo é preparado na brasa, inclusive os legumes.

O chef Tuca Mezzono, especialista em charcutaria, prepara os embutidos servidos na casa, além de toda a parte salgada da cozinha. Sua esposa, Nathalia Gonçalves, cuida das sobremesas. Uma delas traz uma fruta típica do Rio Grande do Sul, a butiá, servida com compota de laranja e iogurte. Uma delícia! Tuca e Nathalia fizeram parte dos restaurantes do grupo Nino, do chef Rodrigo de Santis, além de terem trabalhado no Dalva e Dito (ele) e no D.O.M. (ela).

O ambiente é aconchegante, bastante rústico, com muita madeira. Fomos almoçar em um sábado, sem reserva, com a casa cheia. O lugar tem capacidade para 40 pessoas apenas e aconselho fazer reserva. Ficamos no bar durante a espera, onde o simpático sommelier João Pichetti (ex-D.O.M.) sugeriu uma taça de espumante da Cave Geisse, que eu adoro. Depois, acompanhamos nossa refeição com um delicioso Brunello di Montalcino. Foi um belo programa!

Fotos: Rogerio Voltan

Charco
Rua Peixoto Gomide, 1492
(11) 3063-0360
Segunda a sexta das 19h à 00h; aos sábados, das 13h às 16h e das 19h30 à 00h

 

 

 


0 Comentários

Deixe o seu comentário!