Mesa Completa - Por Solange Souza

Menu

ExperiênciasVinhos e etc • 1 de julho de 2020

Somontes e Passarella

Na Live que fiz com o premiado enólogo português Paulo Nunes, mostramos dois vinhos incríveis do Dão: um Encruzado e um Jaen

Além de talentoso – ele já foi eleito por duas vezes o melhor enólogo de Portugal – e ter muitos dos seus vinhos com altas pontuações, Paulo Nunes está sempre em busca de alguma novidade, alguma uva “escondida” em meio aos vinhedos centenários da Casa da Passarella, no Dão, onde ele está desde 2008.

Durante a nossa Live ele contou sobre um dos projetos mais recentes, um vinho da linha Fugitivo com a uva Cão, que se esgotou rapidamente. Esta uva era plantada no passado na parte mais externa do vinhedo para espantar aqueles que queriam provar as uvas. Sua acidez altíssima espantava os curiosos. São histórias assim que você pode ouvir na Live que está gravada no Instagram do Mesa Completa.

Os rótulos Fugitivo, que fazem parte da linha Casa da Passarella, reúnem os vinhos mais autorais de Paulo Nunes. Para conhecer outros deles, acesse o site da Premium Wines, importadora que traz estes vinhos para o Brasil.

A Casa da Passarella produz as linhas Somontes, Casa da Passarella e Villa Oliveira, a top da vinícola. Durante nossa conversa, falamos sobre dois vinhos:

Somontes Encruzado 2017 (R$ 207,10) – produzido com esta uva típica do Dão, uma das minhas brancas favoritas, tem um frescor delicioso aliado a uma bela estrutura. Perfeito para peixes e frutos do mar, além de pratos da cozinha japonesa.

Casa da Passarella Enxertia Jaen 2013 (R$ 357,52) – mais usada em cortes no Dão, a Jaen (Mencía na Espanha) brilha neste vinho delicado, gostoso para tomar sozinho ou para acompanhar embutidos e pratos com aves.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *