Mesa Completa - Por Solange Souza

Menu

ExperiênciasVinhos e etc • 11 de setembro de 2020

Vinhos Biodinâmicos

Você sabe o que são vinhos biodinâmicos? Durante um zoom, o produtor Nicolas Joly falou sobre o assunto de forma apaixonante

O produtor francês Nicolas Joly deixou a área financeira nos Estados Unidos para produzir vinhos na França, retomando o domaine que pertencia à família, nos anos 1980. Quando assumiu os vinhedos, no vale do Loire, decidiu seguir os princípios da biodinâmica, filosofia baseada na antroposofia criada pelo austríaco Rudolf Steiner (1861-1925). 

Sou fascinada pelo assunto e já visitei algumas vinícolas que adotam a biodinâmica. Ouvir Nicolas Joly no zoom organizado pela Fernanda Fonseca, foi poesia pura. Deu uma vontade enorme de “fazer tudo certo” (ainda que nem sempre seja possível), na linha defendida pela biodinâmica de que “da terra nada se tira, tudo se devolve”.

Por princípio, os vinhos biodinâmicos são orgânicos, ou seja, são usados apenas produtos naturais (nada de pesticidas, fungicidas e outras substâncias químicas) para combater as pragas nos vinhedos, mas a biodinâmica vai além. Existem ainda os compostos, que são dinamizados como na homeopatia. Os que adotam esta filosofia, seguem um calendário que se baseia na influência da lua, do sol, das marés, como faziam nossos ancestrais. 

São procedimentos usados nos vinhedos e na adega, que vão do solo e da vinha até o melhor momento para engarrafar o vinho, seguindo o calendário biodinâmico. Tudo para buscar o equilíbrio do planeta e produzir um vinho puro. Explicar todo o processo é complicado. Minha sugestão é o livro Vinho do Céu à Terra (editora Vinum Brasil), de autoria de Nicolas Joly, lançado no Brasil em 2008.

Os vinhos biodinâmicos são caros, já que a produção é pequena e artesanal. Nicolas Joly produz vinhos brancos com a Chenin Blanc, uva típica do Loire. Seu vinho mais famoso é o Coulée de Serrant, um “monopólio” com vinhas muito antigas. Seus vinhos são importados pela Clarets.

Foto: divulgação


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *