Mesa Completa - Por Solange Souza

Menu

Especial Publicitário

ExperiênciasVinhos e etc • 12 de julho de 2019

Malbec pelo Mundo

Os mais conhecidos são os da Argentina, mas sua origem é francesa. Chile e Nova Zelândia também produzem ótimos Malbecs

A foto que abre este post é de um vinhedo da Fabre Montmayou, na Patagônia, Argentina. A vinícola teve início em Mendoza, mas os produtores decidiram apostar também na região mais fria da Patagônia. Naturalmente, os vinhos produzidos nessas duas regiões são diferentes. Os estilos de Malbec variam bastante em cada região, de vinhos mais frutados, macios e moderadamente frescos a austeros, tânicos, longevos e de grande complexidade. Mas a cor profunda e os aromas marcante são presença constante.

Originária do Sudoeste da França, onde é conhecida como Cot, essa uva alcançou maior notoriedade a partir do final do século passado, devido aos vinhos elaborados na Argentina. É a variedade nobre mais plantada neste país, principalmente em Mendoza. A Malbec também é cultivada em alguns poucos países, entre eles o Chile e a Nova Zelândia.

Parceiro ideal das carnes suculentas, do churrasco e de vários outros pratos, os vinhos de Malbec encontram muitos fãs entre os consumidores brasileiros

A Premium Wines tem em seu portfólio Malbecs desses quatro países. A seguir, algumas sugestões para você descobrir a magia dos diferentes terroirs:

Sudoeste da França (Cahors)
• Château Lamartine Cahors 2015 – R$ 186,47

• Château Lamartine Cahors Expression 2009 – R$ 351,33

Argentina
• Tercos Malbec 2016 (Mendoza) – R$ 94,37


• El Malbec de Ricardo Santos 2016 (Mendoza) – R$ 133,03
• Fabre Montmayou Temporada Malbec 2018 (Mendoza) – R$ 77,32
• Fabre Montmayou Barrel Selection Malbec 2015 (Patagônia) – R$ 114,84

Chile
• Polkura Malbec (Marchigüe) – em falta no momento, este Malbec deve chegar em breve

Nova Zelândia
• Stonyridge Luna Negra 2009 (Waiheke Island, Ilha Norte)– R$ 557,13


0 Comentários

Deixe o seu comentário!