Mesa Completa - Por Solange Souza

Menu

NovidadesVinhos e etc • 17 de maio de 2019

Cantu Day

A Cantu realizou a 5ª edição da sua feira de vinhos, com vários rótulos acessíveis e outros provocadores e divertidos

O mês de maio está se mostrando muito rico para os que trabalham com vinho e para os fãs dessa bebida. Há uma bela sequência de feiras e eventos de vinho até o fim do mês, e os meus leitores vão poder acompanhar tudo por aqui, com boas dicas. Participei da feira da Cantu, na semana passada, e encontrei algumas opções para os que querem abastecer a adega, sem gastar muito. Como já conhecia os vinhos da chilena Ventisquero e da argentina Susana Balbo, que oferecem bastante coisa boa, procurei focar em produtores de outros países, como Estados Unidos, França, Itália e Portugal. Veja abaixo algumas das minhas descobertas:

CALIFÓRNIA, ESTADOS UNIDOS
• Ménage a Trois – é uma linha de nome provocador e de vinhos fáceis de agradar, produzido pela Trinchero Family Estates, que chegam por aqui na faixa de R$ 102 a R$ 130. Entre eles, o meu favorito foi o Lavish Merlot 2017. São vinhos para acompanhar carnes grelhadas, nosso churrasco e até algumas massas com molhos à base de carne.

ITÁLIA
• Roversi Barbera, Piemonte – sem passagem por madeira, um vinho gastronômico para o dia a dia. Ideal para pizzas de sabores clássicos como marguerita e calabresa – R$ 76

• Vidussi Pinot Grigio, Friuli – fresco, saboroso e descomplicado. – R$ 92. Bom para aperitivos, saladas, peixes e frutos do mar.

FRANÇA
• Château de Pourcieux – um rosé da Provence é sempre uma delícia e este é um bom exemplo. Seco, com agradável frescor e aquela cor sedutora que caracteriza este vinho – R$ 121

• Nuiton Beaunoy – a linha Réserve, um pouco mais cara que a básica, vale a pena para um vinho da Borgonha. Tanto o Chardonnay quanto o Pinto Noir custam R$ 148.

PORTUGAL
• Casa Relvas – trata-se de um grupo grande, que tem vinícolas em diferentes regiões de Portugal e oferecem vinhos dos mais variados estilos e diferentes faixas de preço. Aqui descobri três vinhos do Alentejo muito bons: o branco Art.Terra Curtimenta, o tinto Amphora (R$ 179 cada), ambos da safra 2017, e o top da vinícola, o tinto Herdade São Miguel Pé de Mãe 2016 (R$ 660), elaborado com uvas de sequeiro (dry farming).

 


0 Comentários

Deixe o seu comentário!