Mesa Completa - Por Solange Souza

Menu

ExperiênciasGastronomia • 6 de fevereiro de 2019

Mercado de San Miguel

O Mercado de San Miguel, em Madri, é o paraíso para quem gosta de comer bem. São tantas opções, que uma visita só não basta!

Durante minha passagem por Madri, escolhi um hotel de localização perfeita. Dava para ir a pé aos museus e ao Mercado de San Miguel. Passamos duas vezes pelo mercado, minha filha, Carol, e eu. Um pouco confuso e difícil de achar um lugar para sentar, não é propriamente meu estilo de refeição, mas é preciso entrar no clima e sair petiscando; como dizem por lá, “tapear” ou “ir de tapas”. Uma taça de vinho e tudo está resolvido!

Comi um polvo à galega delicioso, provei uma empanada, também galega, muito gostosa (a massa é achatada, diferente das chilenas e argentinas) e me deliciei na Mya, banca de queijos com grande variedade. Lá, você pode escolher tapas ou fatias de diferentes queijos, de cabra, de ovelha, de vaca… Muito bom!

E tem o jamón ibérico. Aqueles pacotinhos com pedaços de presunto e outros embutidos e curados são uma perdição. Na banca de peixes e frutos do mar, você pode comprar porções de peixinhos ou lulas fritas e outras delícias do mar. Aliás, opções de produtos do mar não faltam. De ostras frescas a pratos com vieiras ou as exóticas navajas. Vinho em taça ou em garrafa também tem bastante. E doces, claro, mas raramente consigo chegar até esta parte.

A arquitetura do Mercado de San Miguel, que tem mais de cem anos, é belíssima. Esse é um dos principais mercados do mundo e uma das grandes atrações de Madri, já que é possível provar de tudo um pouco das riquezas gastronômicas do país.

Outras dicas de Madri
• A capital da Espanha é famosa pela vida noturna e pelos bares de tapas. A Cava Baja, no bairro La Latina, é uma rua muito simpática que reúne vários bares e restaurantes que oferecem tapas e vinhos. Escolhemos a Taberna La Concha, um lugar simples com comida gostosa e vinhos em taça que custam em torno de 3 Euros.

• Na hora do almoço, os restaurantes oferecem um cardápio fixo, com entrada, prato principal e às vezes sobremesa, de preços atraentes. Um programa gostoso é passear pelo bairro das Letras, que fica bem perto dos museus da Paseo del Prado, e escolher um desses restaurantes.

• Pertinho do nosso hotel, descobrimos um restaurante asturiano muito gostoso e bem tradicional. No El Ñeru pode-se tanto “ir de tapas” como jantar. Comi um peixe muito fresco e delicioso!

Onde ficamos: Intur Palacio San Martín, um quatro estrelas no centro de Madri, que tem na localização um dos seus pontos fortes.

 

 


0 Comentários

Deixe o seu comentário!