Mesa Completa - Por Solange Souza

Menu

Colunistas • 8 de dezembro de 2016

Folhas mágicas

Aprenda a fazer quatro infusões poderosas, uma para cada estação do ano, com receitas de Diego de Oxóssi – Chef Carlos Ribeiro

Na minha infância, ouvia muitas histórias sobre o poder de cura das folhas. Criança naquela época mais ouvia do que falava, entrava muda e saía calada, em conversas de gente grande. Como já falei muitas vezes, venho de uma família pequena e simples, onde os remédios caseiros eram feitos geralmente pelos meus avós e consumidos por todos para a cura de enfermidades. Na maioria das vezes, eram chás de infusão e xaropes caseiros. Hoje, essas tradições tão populares retornaram em farmácias e lojas de produtos naturais. Estudiosos de diversos segmentos, em especial das religiões de matrizes africanas, conhecem o poder das folhas em rituais de purificação, limpeza, entre tantas outras faces. Um desses estudiosos é Diego de Oxóssi, que lança na semana que vem o livro O Poder das Folhas (veja resenha abaixo).

Gaúcho radicado em São Paulo, graduado em Processos Gerenciais pela Universidade Anhembi Morumbi e Coach Integral Sistêmico, formado pela Febracis, o jovem Diego de Oxóssi tem mais de 14 anos dedicados à pesquisa, desenvolvimento e apresentação de cursos, palestras e workshops sobre as religiões pagãs e afro-brasileiras, suas formas de expressão regionais e formas de integração de seus rituais junto à sociedade. Sacerdote de candomblé, trabalha atualmente com desenvolvimento pessoal, consultoria e orientação espiritual por meio de jogo de búzios em todo o Brasil e no exterior. Com publicações sempre voltadas para as questões que tratam do equilíbrio material e espiritual, ele lança no próximo dia 13 de dezembro na Livraria Cultura do Shopping Bourbon, em São Paulo, das 19h às 21h, o seu segundo livro O Poder das Folhas – Banhos, Defumações e Magias (R$48,50), que você pode adquirir também pelo site de Diego Oxóssi.

Essas receitas, feitas por ele para cada uma das estações do ano, nos trarão bons fluídos, conforto e inspiração, por meio da magia contida nos elementos que as folhas nos trazem nas suas diversas formas, temperando uma comida, preparando um banho ou por meio de infusões, que podemos fazer em casa. Como estamos entrando no verão, vamos começar por esta receita.

VERÃO: Água ao sabor de cravo, canela e rosas – Ritual para o Amor

Ingredientes

  • 700 ml de água com gás
  • 8 paus de canela
  • 8 cravos-da-índia
  • 2 colheres (sopa) de hibiscus seco
  • 300 ml de água de rosas

Misture todos os ingredientes em uma garrafa com tampa, feche e deixe na geladeira por 8 horas. Após esse período, coe a mistura e beba gelada.

Para atrair o amor e a paixão, escreva o nome do seu bem-amado 7 vezes em um papel e por cima, escreva o seu nome. Mantenha os nomes dentro da mistura e sirva para quem você ama.

verao

OUTONO: Aruá – Bênção dos Orixás

Ingredientes

  • rapadura
  • 50 g de gengibre

Deixe a rapadura de molho na água até dissolver por completo. Rale o gengibre e misture à água de rapadura. Você também pode bater o gengibre com a água de rapadura no liquidificador. Mantenha a mistura por 3 dias e coe.

O aruá é uma espécie de “refrigerante dos Orixás” e, além de saboroso, é ótimo para a garganta, além de atrair prosperidade e boa sorte.

outono

INVERNO: Masala Chai

Ingredientes

  • 500 ml de leite integral
  • 500 ml de água
  • 8 paus de canela
  • 8 cravos-da-índia
  • 8 anis estrelados inteiros
  • 8 grãos de pimenta preta pilados à mão (você pode substituir por pimenta da jamaica ou pimenta da costa africana)
  • 1/2 noz moscada ralada
  • 50 g a 100 g de gengibre ralado
  • 2 colheres (chá) de ginseng em pó
  • 4 colheres (sopa) de folhas de chá preto

Misture todos os ingredientes em uma panela e deixe ferver. Baixe o fogo e cozinhe por 10 minutos. Coe e sirva quente.

O Masala Chai é uma receita tradicional indiana, herdada pelo Povo Cigano, e atrai prosperidade e boa sorte, além de proteger contra os perigos da noite e da magia negra. Na medicina natural, é excelente para acelerar o metabolismo e fortalecer a memória e a circulação sanguínea.

inverno

PRIMAVERA: Chá gelado para a Paz e Harmonia

Ingredientes

  • 700 ml de água
  • 2 colheres (sopa) de lavanda
  • 2 colheres (sopa) de erva-doce
  • 1 colher (sopa) de alecrim
  • 300 ml de água de flor de laranjeira

Ferva as ervas na água, desligue o fogo, abafe e deixe esfriar. Em seguida, coe e misture a água de flor de laranjeira. Sirva gelado.

Essa receita também pode ser usada como banho de proteção e harmonização espiritual. Para isso, misture o preparado em 2 litros de água e acrescente 1 colher (chá) de anil ou waji africano. Tome o banho da cabeça aos pés.

primavera

 

Sobre O Poder das Folhas
“Desde os tempos ancestrais a Natureza tem sido fonte de magia, de cura e de reencontro com o Sagrado. Os índios, os negros e os europeus sempre recorreram ao poder oculto das folhas sagradas para a fabricação de remédios ou para a realização de rituais – afinal, se o corpo adoece, é porque o espírito padece.

O Poder das Folhas é um guia detalhado sobre o uso mágico das folhas sagradas para todos aqueles que nelas acreditam – sejam estes iniciados em alguma religião, praticantes solitários ou curiosos munidos de fé e gratidão à Natureza e seus encantos. Neste livro você aprenderá de maneira fácil como identificar e classificar as folhas e seu poder de atuação, como combiná-las para criar suas próprias receitas mágicas e como despertar seu poder sagrado. Além disso, o autor ainda percorre por diversas tradições de magia do mundo inteiro, agregando o conhecimento ancestral do candomblé às práticas universais de manipulação das folhas e de despertar do seu poder sagrado.

Nas palavras de Maria Bethânia, “Salvem as folhas brasileiras! Salvem as folhas para mim! Se me der a folha certa, e eu cantar como aprendi, vou livrar a Terra inteira de tudo que é ruim!”

É chegada a hora de despertar a magia que há dentro de você!”

A coluna de hoje dedico a todas as pessoas que conheci que faziam e fazem uso das folhas: minha avó, Dona Vespertina Melo Ribeiro; Dona Rosilda das Plantas, que vendia ervas secas e em vasos; ao Diego de Oxóssi, autor do livro do qual falamos hoje nesta coluna; ao meu Pai de Santo, Vilson Caetano de Souza, que por meio do uso das folhas nos aproxima do sagrado. Igba axé, ireô!

Carlos Ribeiro é chef e sócio do Na Cozinha Restaurante e Escola de Culinária
Rua Haddock Lobo, 955 – Jardins
Telefones: (11) 3063-5377 e 3063-5374

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *