Mesa Completa - Por Solange Souza

Menu

ExperiênciasGastronomia • 3 de março de 2017

Feijoada e Vinho

Muitos acham que não combina, mas já provei feijoada com rosé, espumante e Vinho Verde tinto, que foi a melhor opção

Para mim, o vinho é a melhor bebida para acompanhar uma refeição, porque, além de ser gostoso, ajuda na digestão. No caso de um prato mais gordo, como a feijoada, o vinho cai muito bem, desde que você acerte o estilo.

No último domingo, na casa de uma grande amiga mineira, provei com um espumante rosé e com um Vinho Verde tinto. Nunca ouviu falar deste último? Pois foi a melhor escolha para a feijoada… Fresco, bem frutado, com acidez que deixa a boca salivar e baixo teor alcoólico, ficou perfeito!

Em 2009, visitei a região dos Vinhos Verdes, que fica ao norte da cidade do Porto, lugar lindo e cativante, e me tornei fã desse estilo de vinho. Produzidos com uvas locais, podem ser espumantes, brancos, rosados e tintos, desde que sejam dessa região demarcada. Em comum, têm o fato de serem muito frescos, com alta acidez, leves e de baixo teor alcoólico, portanto, ótimos parceiros da mesa.

Outras sugestões de vinhos para feijoada são os rosés portugueses e espanhóis, espumantes brut e Tannats do Uruguai. Já provei com todos, mas o que mais gostei até hoje foi com o Vinho Verde tinto. Experimente!


4 respostas para “Feijoada e Vinho”

  1. Gostei muito das possibilidades de um vinho para harmonizar com uma feijoada! Fiquei curioso, gosto muito de fazer feijoada e agora com essa dica…hummmmm #diliça

  2. Vanessa disse:

    Olá, que curioso! Amo feijoada, será que seria demais um rústico francês de Cahors? Tenho um aqui de 2001…
    Abraços.

    • Mesa Completa disse:

      Oi Vanessa, acho que pode ir bem sim! Os Tannats do Uruguai são mais frutados do que os de Cahors, em geral, mais rústicos, como você disse. Mas o seu já tem alguns anos… Depois me conta como ficou.

      Abraços

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *