Mesa Completa - Por Solange Souza

Menu

ExperiênciasGastronomia • 24 de maio de 2022

Fazenda Vertical 

Fui conhecer a 100% Livre, onde as verduras são cultivadas em pouco espaço, sem agrotóxicos, em ambiente totalmente controlado

Para criar seu projeto, o publicitário paulistano Diego Gomes se inspirou em uma matéria que leu, cerca de quatro anos atrás, sobre hortas verticais no Japão. Segundo ele, a ideia era produzir verduras sem agrotóxicos mas permanecer na cidade de São Paulo para facilitar a distribuição. Foi no bairro do Ipiranga, em meio a vários galpões, que ele encontrou o espaço para criar a 100% Livre

Com a ajuda da Embrapa, Diego  foi desenvolvendo sua fazenda vertical, que está em funcionamento há cerca de 1 ano e meio. “Quando cheguei aqui, vi que a Natural da Terra ocupava um dos galpões e achei que isso era um bom sinal”, contou ele.

O ambiente é totalmente controlado, com temperatura constante, as verduras recebem todos os nutrientes necessários para o desenvolvimento e são livres de agrotóxicos. 

Proteção total para conhecer a fazenda vertical

Fui convidada para conhecer o projeto e queria que alguém tivesse filmado minha reação ao chegar lá. A 100% Livre ocupa o galpão 8C de uma série de galpões onde tem de tudo. Quando Diego abriu a porta, vi prateleiras e prateleiras de verduras e senti um aroma gostoso no ar. Uma pequena equipe trabalhava concentrada no processo final de embalagem.

As folhas são lindas, saborosas e crocantes 

Hoje, são 15 tipos de folhas que ele cultiva em 200 metros quadrados, que comportam até 90 mil pés de verdura. Segundo ele, isso representa apenas 1,33% de área que seria necessária para atingir o mesmo resultado no campo. Entre as ervas cultivados estão salsinha, coentro e manjericão, que ocupa um espaço considerável. “Vendemos muito para restaurantes italianos, para o preparo do pesto”, comentou Diego.

A tecnologia ajuda a realizar o controle de todas as verduras

O pé direto alto, com 14 metros, permite uma quantidade impressionante de prateleiras. Com o uso de tecnologia, a 100% Livre consegue uma produção mais curta e constante, já que o ambiente é controlado. Além de folhas, ele começou a plantar tomate, morango e mini pimentão, já com bons resultados, e a ideia é ampliar o espaço.

As verduras são prontas para consumo e nem precisam ser lavadas

As verduras da 100% Livre são colocadas em embalagens que conservam melhor as folhas, mesmo depois de abertas. Podem ser encontradas nos supermercados Mambo e em lojas, como a Natural da Terra, ou pedidas pelo site da empresa, que conta com assinaturas de cestas.

Diego Gomes, CEO e sócio fundador da 100% Livre

O projeto da 100% Livre nasceu de uma necessidade. Quando o filho mais velho de Diego (hoje ele tem três filhos) entrou na fase de alimentação variada, ele e sua esposa começaram a procurar produtos orgânicos. Do interesse sobre o assunto surgiu este projeto super inspirador.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *