Mesa Completa - Por Solange Souza

Menu

ExperiênciasGastronomia • 27 de junho de 2018

Wilma Köwesi

Para celebrar os 37 anos da escola Wilma Köwesi, foi organizada uma exposição no Unibes Cultural em homenagem à sua fundadora

WilmaKowesi

Cozinheira e professora, Wilma Köwesi (1930-2004) foi uma das figuras mais respeitadas e queridas da gastronomia paulistana. Tive a honra de fazer uma matéria com ela e sua filha, Beth, para a edição do dia das mães da revista Menu, em 2004, pouco antes de seu falecimento.

Wilma Köwesi foi precursora em muitos temas, quando a gastronomia não tinha o glamour que tem hoje, como pode ser visto na exposição que traz uma linha do tempo da escola, com fotos, objetos, livros, cadernos de receitas e as tendências das diferentes épocas: do micro-ondas ao thermomix, do coquetel de camarão aos pratos veganos. A curadoria é do jornalista Luiz Américo Camargo, que descreveu a homenageada com com um belo texto.

Além da exposição, serão feitas duas outras ações:

• Roda de conversa entre profissionais que conviveram com Wilma Kövesi e o público, mediada por Luiz Américo Camargo, em 5 de julho, à partir das 19h.

• Aulas de cozinha ministradas em conjunto pela equipe da escola: Carlos Siffert, Carole Crema, Gabriela Martinoli, Joel Ruiz, Marina Hernandez e Betty Kövesi, com receitas da própria Wilma. As aulas, gratuitas e com inscrições conforme disponibilidade de vagas, acontecem em 13 de julho à noite e em 8 de agosto no período da tarde.

Sobre a escola Wilma Kövesi
Em 1998, quando comecei a fazer revista de gastronomia (mais culinária, na época),  não existiam muitas escolas de cozinha. Nas primeiras edições da revista Água na Boca (que depois mudaria de nome para Menu), decidimos incluir a programação de algumas dessas escolas, para incentivar a formação dos nossos leitores. E a Wilma Kövesi estava lá!

Conheço alguns dos professores de longa data e já fiz muita matéria com Carole Crema, Carlos Siffert e Jöel Ruiz. Todos apaixonados por cozinha, pessoas que ter um enorme prazer em ensinar. E acompanho o trabalho lindo que a Beth Kövesi faz.

Nessa escola de cozinha você pode fazer de cursos profissionalizantes a cursos básicos ou mesmo escolher entre as várias aulas avulsas e temáticas. Em julho, a chef Carole Creme vai ministrar um curso intensivo para principiantes. A programação está super bacana!

Termino este post citando uma frase de Dona Wima, que está no seu livro Receitas para todo dia e para os outros também (Editora DBA):

“Essa arte (de cozinhar), como todas as outras, não é implacável, mas exige concentração e humildade, no preparo tanto do prosaico quanto do elaborado. Quanto mais se cozinha, mais se aprende…”

Gastronomia se Ensina – Histórias de uma Escola de Cozinha – 1981-2018
Receitas, imagens, objetos, personagens
Exposição: 21 de junho a 22 de julho – das 9h às 20h
Roda de Conversa: 5 de julho – às 19h – Auditório

Unibes Cultural
Rua Oscar Freire, 2.500
Próximo ao metrô Sumaré


0 Comentários

Deixe o seu comentário!