Mesa Completa - Por Solange Souza

Menu

Colunistas • 15 de junho de 2018

Picadinho Japonês

Haiiiiii (sim), temos picadinho japonês. É assim que vamos celebrar os 110 anos da imigração japonesa no Brasil – Carlos Ribeiro

Nikujaga

E assim se passarem 110 anos da chegada dos primeiros imigrantes japoneses no Brasil! Nas festividades dos 100 anos, pude participar de muitas homenagens e com os 110 não poderia ser diferente. Desde que o Na Cozinha foi aberto em 2009, sempre fiquei dividido entre essas duas culinárias, a do Japão e a do Brasil, mas me senti confortável em executar as minhas inspirações e homenagens.

Em nosso menu fixo, de segunda a sexta, temos o picadinho oriental servido nas versões de frango ou de carne bovina. E qual foi na verdade minha inspiração? Usar alguns ingredientes que remetessem aos sabores básicos da cozinha do Japão. Para este picadinho usamos: saquê mirin, shoyu e gengibre, que dão aquele toque do sabor dos pratos japoneses, que fazem parte das lembranças das minhas idas ao Japão.

Na próxima semana, de 18 a 23/6, somente almoço, quem vier ao Na Cozinha poderá experimentar o Niku-Jaga, que é um picadinho bastante popular na cozinha japonesa. Bem como o nosso picadinho oriental tão conhecido pelos nossos clientes aqui da casa. Venha experimentar essa #diliça

Minha homenagem nesta coluna vai para todos os descendentes da comunidade japonesa em especial Batian Ryu Mayama (Nita) in memorian, as irmãs Mayama Tomiko, Eiko, Rosa, Elisa e Kimy, que me ensinaram várias comidas gotsô = gostosas. E Shizuko Yasumoto, grande professora de cozinha japonesa, de quem tive o privilégio de ser aluno.

Veja a nossa receita:

Niku-Jaga
(cozido de batata com carne)

Rende duas porções

Ingredientes

  • 100 g de cenoura ou mini cenouras
  • 4 batatas inglesas cortadas em pedaços ou mini batatinhas
  • 1 colher (sopa) de óleo
  • 2 colheres (sopa) de manteiga
  • 1 cebola grande picada
  • 300 g de filé mignon cortado em cubinhos
  • 300 g de itokonnyaku (macarrão de batata)
  • ½ colher de (sopa) de açúcar
  • 2 colheres (sopa) de saquê mirin
  • 1 colher (sopa) de saquê (fermentado de arroz)
  • 120 ml de ichiban-dashi (caldo número 1 japonês)
  • 6 colheres (sopa) de shoyu

1. Corte as cenouras e as batatas e reserve. Numa panela, coloque a manteiga e o óleo e refogue a carne até dourar.
2. Acrescente a batata, a cenoura e a cebola e refogue mais um pouco. Quando a cebola começar a ficar transparente, verifique se os legumes estão ficando macios. Coloque o caldo ichiban-dashi (receita abaixo), o açúcar, o saquê mirin, o saquê e o shoyu e deixe reduzir.
3. À parte, cozinhe o macarrão em água (veja as instruções da embalagem), com uma pitada de sal, e escorra. Sirva o picadinho com o macarrão.

Ichiban-daschi

Rende 1 litro

Ingredientes

  • 20 cm de alga kombu
  • 20 g de kezuri-katsuo (massa de peixe)
  • 1 litro de água

1. Em um panela grande, coloque a água fria, junte as algas e deixe cozinhar em fogo médio. Quando começar a levantar fervura, retire as algas, coloque o kezuri-katsuo e cozinhe por 5 minutos (se fizer espuma, retire com uma escumadeira).
2. Deixe o caldo descansar por 10 minutos para pegar bem o sabor; caso solte algum pó ou partícula, passe por uma peneira ou pano. Este é um dos caldos mais usados nas bases da cozinha japonesa. Embora pareça muito sutil, traz uma riqueza e faz diferença nos pratos japoneses em que se utilizam caldos.

Confiram outras atrações das comemorações do 110 anos da imigração Japonesa no Brasil

• Melhor conexão com o Japão por Jo Takahashi – Conexão Brasil-Japão

Festival do Japão

• Agenda Made in Japan

CarlosRibeiro
Na Cozinha Restaurante e Escola de Culinária
Rua Haddock Lobo, 955 – Jardins
Telefones: (11) 3063-5377 e 3063-5374

 

 


0 Comentários

Deixe o seu comentário!