Mesa Completa - Por Solange Souza

Menu

Viagens • 10 de fevereiro de 2017

Nova Zelândia

Um dos lugares mais lindos que já visitei, a Nova Zelândia encanta pela beleza natural e pelo povo, simples e autêntico

Tire os sapatos e se sinta em casa, você chegou na Nova Zelândia! Foi como se alguém falasse isso o tempo tempo, em cada cidade por onde passei. As pessoas são simples na maneira de se vestir e de levar a vida (as havaianas são um sucesso por lá, assim como tênis, usado com tudo). Fiz essa viagem principalmente para participar de dois eventos de vinhos, o Aromatics Symposium e o NZ Pinot Noir, e no intervalo visitei várias vinícolas e restaurantes.

Com este post, eu encerro as experiências que vivi em quase 20 dias que passei nesse país fascinante. A Nova Zelândia é dividida em Ilha Norte, onde ficam a capital, Wellington, e a maior cidade do país, Auckland; e Ilha Sul, ambas com muitos lugares charmosos para visitar. Aqui eu faço um resumo de alguns dos pontos altos da viagem:

queesntowndecima

  • Queenstown, na Ilha Sul, é uma cidade lindíssima, que fica às margens do Lake Wakatipu, cercado de montanhas com neve permanente mesmo no verão (e temperaturas baixas também). É famosa pelos esportes radicais, como o bungy jump (não fiz!). Minha dica é aproveitar duas riquezas dessa terra: cordeiro e Pinot Noir (os de Central Otago estão entre os melhores do país). E foi o que fizemos na nossa primeira refeição na Nova Zelândia, no Eichardt’s.

boatshedcafe

  • Nelson, no extremo noroeste da Ilha Sul, é puro charme, local perfeito para se render aos sabores do mar, como o salmão Ora King e outras delícias. Os melhores momentos para mim foram o jantar no Boat Shed Cafe (optamos pelo menu degustação – Trust the Chef – e foi maravilhoso), o passeio às margens do rio e a visita ao WoW – World of Wearable Art and Classic Cars, um museu com roupas inusitadas e carros antigos, que agrada meninas e meninos.

charlienoble

  • Wellington, no extremo sul da Ilha Norte. No pouco tempo que tive para conhecer, passei pelo Te Papa Tongarewa, museu super bonito que conta a história da Nova Zelândia (a entrada é gratuita e você pode deixar uma colaboração). O jantar no Charley Noble foi memorável, com uma cozinha simples e bem feita, que explora muito bem os ingredientes locais.

clearview

  • Te Awanga, em Hawke’s Bay, Ilha Norte, fica no meio do nada… Um lugar calmo, próximo do mar, perfeito para descansar. Nos hospedamos na Clearview, vinícola renomada da região, em uma casa (Homestead). Foi uma delícia depois de tantos hotéis. Cozinhamos e aproveitamos o silêncio e os sons da natureza, em meio aos vinhedos. O restaurante é bem agradável e super frequentado.

stonyridge

  • Waiheke Island, próxima de Auckland, Ilha Norte, é um passeio e tanto! Queria ter tido mais tempo para explorar o local e quem sabe tomar um banho de mar. Mesmo assim, nosso programa foi excelente! Almoçamos no restaurante da vinícola Stonyridge, que produz vinhos excepcionais em estilo bordalês, além da linha Fallen Angel, feita em diferentes regiões da Nova Zelândia (a melhor para cada variedade de uva). Lugar lindo, com gente bonita e uma comida deliciosa.

 

 

 


0 Comentários

Deixe o seu comentário!