Mesa Completa - Por Solange Souza

Menu

ExperiênciasVinhos e etc • 25 de setembro de 2015

Vinhos da semana

Champanhe e vinhos da Provence, além de argentinos e uruguaios de bons preços, passaram por nossas taças esta semana

Processed with Moldiv

A Épice – nova importadora dos vinhos da Roederer – promoveu um agradável almoço no Parigi, em São Paulo, para apresentar alguns dos rótulos desse grupo francês, que tem em seu portfólio o prestigioso champanhe Cristal. As grandes surpresas da degustação foram dois vinhos do Domaines Ott, da Provence, também parte do grupo. Quando se pensa nessa região, logo vem à mente os rosés, com aquela cor maravilhosa sem igual e sabor divino, confirmados com o Les Domaniers Rosé 2014 (R$ 119), bem gostoso, e o Clos Mireille Rosé Coeur de Grain 2014 (R$ 259), elegante e sedutor. As surpresas foram o Clos de Mireille Blanc des Blancs 2014 (R$ 239), um corte de Sémillion (70%) e Rolle (30%), um branco mineral e fresco; e o tinto Château Romassan Rouge Bandol 2012 (R$ 310), bem saboroso, que combina Mourvèdre (90%) e Grenache. Degustamos também os deliciosos champanhes Louis Roederer Brut Premier (R$ 319), Louis Roederer Rosé 2009 (R$ 559) e Cristal 2006 (R$ 1890), que estava espetacular. Em breve, a Épice vai trazer para o Brasil os vinhos de Bordeaux da Roederer.

No World Wine Experience Novo Mundo, promovido pela importadora, procurei bons vinhos a preços mais acessíveis. Seguem aqui algumas dicas:
Altos las Hormigas, Mendoza, Argentina: vinícola orgânica e biodinâmica que tem as mãos dos enólogos Pedro Parra, chileno especialista em terroir, e Alberto Antonini, italiano que presta consultoria para vinícolas ao redor do mundo. Prove o Altos las Hormigas Colonia Las Liebres Bonarda (R$ 59) e o Altos las Hormigas Malbec Clásico 2014 (R$ 79).
Bodega Aniello, Patagônia, Argentina: essa região costuma produzir vinhos frescos e elegantes e os dessa nova vinícola comprovam essa tendência. Prove o 006 Estate Chardonnay 2013 (R$ 77) e o 006 Estate Malbec 2013 (R$ 77).
Bodegas Garzón, Maldonado, Uruguai: aqui também tem as mãos de Alberto Antonini e os brancos são excelentes, apesar da tradição uruguaia em produzir bons Tannats. Prove o Garzón Albariño 2014 (R$ 84) e o Garzón Sauvignon Blanc 2014 (R$ 84). Essa vinícola produz ainda azeites maravilhosos.


0 Comentários

Deixe o seu comentário!