Mesa Completa - Por Solange Souza

Menu

ExperiênciasVinhos e etc • 24 de abril de 2018

Familia Deicas

Esta premiada vinícola uruguaia produz vinhos gastronômicos e elegantes, como mostrou o produtor Santiago Deicas

Adoro vinhos uruguaios, e não só os produzidos com a Tannat, uva ícone desse país. Os brancos são excelentes e os Merlots também. Ainda vou falar sobre este assunto em breve, mas hoje o destaque são os vinhos da Juanicó e da Familia Deicas. De passagem pelo Brasil para o lançamento do guia Descorchados 2018, onde as duas vinícolas tiveram nove rótulos com mais de 90 pontos, Santiago Deicas, terceira geração da família de viticultores, mostrou alguns exemplos do que é produzido por eles, durante um agradável almoço no Barbacoa.

A Juanicó foi adquirida em 1979 pelo avô de Santiago, Juan Carlos Deicas. Fernando, pai de Santiago, começou a trabalhar na empresa muito jovem e foi o responsável pela grande virada para a produção dos vinhos finos, nos anos 1980. A Familia Deicas foi criada em 2010 para se dedicar à produção dos vinhos especiais. Desde 2012, eles contam com a consultoria do renomado enólogo e produtor californiano Paul Hobbs.

“Aos 12 anos eu já circulava pelos vinhedos e pela adega. Aos 14, participei da minha primeira Vinexpo (uma das mais importantes feiras do setor que acontece em Bordeaux), e tive a certeza que queria trabalhar com isso”, declarou Santiago.

A seguir, uma breve descrição dos vinhos:

  • Preludio Barrel Select Branco 2017 – R$ 360 – com 98% Chardonnay e 2% Viognier, é equilibrado, saboroso e elegante. Pena que é caro…
  • Don Pascual Reserve Tannat 2016 – R$ 65 – ótimo para acompanhar churrasco e carnes de um modo geral. O preço é outro atrativo.
  • Atlántico Sur Pinot Noir 2016 – R$ 130 – produzido com pisa a pé, sem passagem por madeira, é um vinho frutado e gostoso.
  • Don Pascual Crianza en Roble 2015 – R$ 100 – produzido com a uva Tannat, de estilo moderno (macio na boca), é suculento e agradável.
  • Atlántico Sur Reserve Tannat 2015 – R$ 130 – com taninos macios e bom frescor, é ótimo para acompanhar refeições.
  • Preludio Barrel Select Tinto 2011 – R$ 360 – um corte com predominância de Merlot, além de Tannat e outras uvas. O corte varia de acordo com a safra e o vinho é produzido apenas em safras excepcionais, com uma seleção das melhores barricas, como o nome sugere.

Estes vinhos são trazidos para o Brasil pela Interfood.


0 Comentários

Deixe o seu comentário!