Mesa Completa - Por Solange Souza

Menu

NovidadesVinhos e etc • 17 de maio de 2018

Decanter Wine Day

O evento aconteceu em uma concessionária da BMW, com a presença de produtores chilenos e o desafio de degustar muitos rótulos

Além da presença de produtores chilenos, a importadora apresentou alguns dos rótulos do seu portfólio em um evento descontraído e delicioso. Fiquei encantada com a seleção de vinhos brancos (adoro!), com os chilenos da De Martino e com os vinhos do chileno Marcelo Retamal, que é enólogo da De Martino e tem um projeto pessoal no Vale do Elqui. Retamal tem sido destaque em publicações como a revista inglesa Decanter, como um dos melhores enólogos do mundo, e um dos grandes responsáveis pela mudança de estilo nos vinhos chilenos, em busca de mais elegância e frescor. O produtor (e surfista) Jean-Charles Villard, que faz parte do Movi (Movimento dos Vinhateiros Independentes do Chile) também estava presente com seus vinhos diferenciados.

Listo aqui meus 10 favoritos, usando o critério de bons vinhos com preços mais acessíveis (com três exceções):

• Joseph Vallet Splendid Rosé Brut – este espumante da Provence é bem gostoso e tem preço atraente. R$ 88

• Anselmi San Vincenzo 2014 – um branco bem interessante do Vêneto, Itália, que combina de 70% Garganega, 30% Sauvignon e Chardonnay – R$ 127

Villard Chardonnay Reserve Expresión 2016 – com pouca madeira, é suculento, com frescor agradável – R$ 117

• Eugen Müller Charisma Riesling Trocken QBA 2016 – com notas cítricas, é um vinho bem gostoso de preço acessível para um alemão (no site diz que está sem estoque, mas deve chegar)

• De Martino Chardonnay Estate Reserva 2017 – de Casablanca, região fria do Chile, sem madeira, muito fresco e com preço ótimo – R$ 67

• De Martino Gallardía Cinsault Rosé 2016 – um belo rosé, de estilo provençal, austero e mineral – R$ 96,30

• De Martino  Old Bush Single Vineyard Limávida 2011 – um corte com predominância de Malbec, além de Cabernet Sauvignon, Carménère e Petit Syrah, fresco e elegante – R$ 237

• Viñedos de Alcohuaz Grus 2015 – um corte com predominância de Syrah, do projeto do enólogo Marcelo Retamal, no Vale do Elqui – R$ 232

• El Principal Memorias 2014 – o mais elegante dos três vinhos apresentados pela vinícola chilena. Um corte de 73% Cabernet Sauvignon, 12% Petit Verdot, 7% Syrah, 5% Carmenère, 3% Cabernet Franc – R$ 297

• José Maria da Fonseca Alambre Moscatel Roxo 2011 –  um vinho doce, saboroso e com frescor. E ainda por cima, não é dos mais caros – R$ 152


0 Comentários

Deixe o seu comentário!