Mesa Completa - Por Solange Souza

Menu

ExperiênciasVinhos e etc • 19 de junho de 2018

Decanter: quando usar?

Uma das funções do decanter é ajudar o vinho a “respirar”, fazendo com que abra mais em termos de aromas e sabores. Veja como!

Decanter

Alguma vez você percebeu que um vinho fica melhor depois de um tempo na taça? É que essa bebida precisa de um pouco de contato com o oxigênio para abrir e se revelar. Nestes casos, o uso do decanter pode ajudar o vinho a atingir sua melhor forma. E isso não se aplica somente para vinhos muito antigos, como a maioria pode imaginar, mas para jovens também.

Para a primeira edição do Clube Paladar, publicação para a qual trabalhei durante um ano, entrevistei o sommelier italiano Massimo Leoncini, que há mais de 10 anos vive no Brasil, trabalhou durante nove anos no grupo Fasano e há dois anos está na importadora Grand Cru. Uma das minhas perguntas foi justamente sobre o uso do decanter. Segundo ele, “quando o vinho é jovem, musculoso, cheio de taninos” e você decide tomar naquele momento, o melhor é colocar em um decanter para “dar uma oxigenada”, o que vai fazer o vinho abrir mais.

Outro uso do decanter é no caso de vinhos muito velhos, que têm sedimentos, procedimento que requer muito cuidado. Na ocasião, Massimo me explicou que “os vinhos velhos não gostam de grandes quantidades de oxigênio de uma vez”, portanto, deve-se usar um decanter pequeno, que vai substituir a garrafa.

Fica aqui uma dica para você aproveitar ainda mais seu vinho!

Foto: Carol Stauch

 


0 Comentários

Deixe o seu comentário!