Mesa Completa - Por Solange Souza

Menu

Colunistas • 19 de outubro de 2017

Cuscuz nordestino

Esta é uma preparação que, além de versátil e gostosa, vem carregada de lembranças. Para se fazer com amor! – Carlos Ribeiro

cuscuznordestino

De muitas origens se fala do cuscuz: de lugares como Magrebe, no noroeste da África, da Tunísia, do Marrocos, da Argélia, de Portugal, de Cabo Verde e do mundo árabe. Chegando ao Brasil, o prato toma outras formas, com outros ingredientes como o milho, o mais conhecido e usado no Nordeste, onde também é preparado com arroz, polvilho e mandioca. E o que é o cuscuz? “É a massa de milho, pilada, temperada com sal, cozida ao vapor d’ água. Podendo ser temperado com leite de coco e açúcar”. – Câmara Cascudo.

O mais consumido sempre foi o de milho, cuja massa encontramos em pacotinhos nos mercados Brasil a fora. E também temos o cuscuz paulista, que já demos aqui no post Tributo a Sampa, e o mineiro, com recheios variados.

Desde criança, o cuscuz era parte do nosso café da manhã e, no final da tarde, minha avó servia com leite de coco e açúcar. Claro que gostávamos do lanche da tarde, docinho e com leite de coco fresco! Hum…, inesquecível.

Depois, essa preparação foi tomando outras versões deliciosas e variadas com carne seca, legumes, peixe, camarão e tantas delícias, possíveis justamente pela leveza da sua base: milho, sal, água e cozimento no vapor.

Sempre quando estou escrevendo esta coluna, imediatamente sou levado às minhas memórias e a tudo o que eu comi e como durante a minha vida! Ainda bem que sou do grupo dos privilegiados, que pode comer de tudo e gosta de tudo.

Em minha casa até hoje, pelo menos de duas a três vezes por semana, como o meu cuscuz para me deixar forte. E sempre quando olho para aquela fumacinha que sai dele, sinto o cheiro maravilhoso da casa de meus pais,acompanhado de um bom café de coador, que me remete ao amor e à felicidade, que ficarão para sempre na minha memória.

Hoje dedico esta coluna a Daliana Cascudo, potiguar neta de Câmara Cascudo, o maior estudioso da história da alimentação no Brasil. E aos amigos Herbert Junior e Roberto Fialho.

Cuscuz Nordestino

Ingredientes

  • 2 xícaras (chá) de farinha de milho própria para cuscuz
  • 1 xícara (chá) de água (eu uso gelada)
  • 1 pitada de sal

1. Em uma tigela, despeje os ingredientes misturando bem. Deixe a massa descansar por 15 minutos dentro da geladeira.
2. Em seguida, coloque um pouco de água na parte inferior da cuscuzeira*. Depois, coloque a tela para colocar a massa, sem fazer pressão. Tampe com cuidado e deixe cozinhar por 15 minutos.

Dicas de como servir e acompanhamentos:
• Depois de pronto o cuscuz, misture com cenoura, ervilha, ovos cozidos como na foto. Com carne seca também fica delicioso. Eu prefiro com manteiga ou ovos fritos.

• O cuscuz é um bom acompanhamento para peixes, frutos do mar, carnes brancas como frango e porco. Ou seja, com tudo vai bem o nosso cuscuz.

*panela para cozimento a vapor, hoje muito fácil de ser encontrada em supermercados.

carlosribeiro
Na Cozinha Restaurante e Escola de Culinária
Rua Haddock Lobo, 955 – Jardins
Telefones: (11) 3063-5377 e 3063-5374


0 Comentários

Deixe o seu comentário!