Mesa Completa - Por Solange Souza

Menu

ExperiênciasGastronomia • 26 de outubro de 2015

Caldo prático

Prefiro os caldos caseiros, mas provei o caldo italiano Ferioli e achei gostoso e suave, além de ser um curinga na cozinha

CaldosFerioli

A embalagem indica que os caldos são feitos sem glutamato e sem gordura hidrogenada, o que dá para comprovar assim que ficam prontos. O sabor é bom, sem aquele gosto residual desagradável e eterno que costuma ser comum aos caldos industrializados. Usei o de Peixe e Crustáceo para fazer um risoto de lagostim e achei o caldo suave e saboroso. Provei o de Carne com Parmesão e confesso que estava com receio dessa combinação (sou mais purista), mas deu muito certo para a sopa de legumes e macarrão padre nosso, que ficou deliciosa.
Depois, preparei um ravióli de mandioquinha ao brie e espinafre, do Mesa III (amo!), usando o de Legumes com azeite extravirgem. Dissolvi o caldo em um pouco menos de água do que indicado na embalagem e deixei reduzir, cozinhando a massa em seguida. Na hora de servir, juntei umas colheradas do caldo e o prato ficou maravilhoso.
Você pode achar que os caldos são meio “gordinhos”, mas o que seria da boa cozinha sem um pouco de gordura. A linha inclui ainda o de Frango com Parmesão, que segue o mesmo estilo dos demais. Cada caixinha contém 10 cubinhos e custa R$ 11,70 (preço sugerido). Os caldos Ferioli são importados pela La Pastina.

ravióli de mandioquinha ao brie e espinafre


0 Comentários

Deixe o seu comentário!