Mesa Completa - Por Solange Souza

Menu

ExperiênciasVinhos e etc • 19 de novembro de 2015

Brancos, por que não?

Em países como Portugal, onde a tradição sugere vinhos tintos, os brancos podem ser surpreendentes

vinho branco

Pense no Alentejo ou no Douro, em Portugal. Você escolheria um vinho branco para provar? De um modo geral, a escolha seria um tinto. Além de seus conhecidos e deliciosos Vinhos Verdes, da região do Minho, Portugal tem produzido cada vez mais brancos excelentes. Durante minhas degustações, descobri alguns deles e seleciono cinco, de diferentes regiões, para compartilhar com vocês:

Nossa Calcário Branco: produzido por Filipa Pato, na Bairrada, com a uva Bical. Uma delícia de vinho, com frescor, acidez e mineralidade. Casa Flora

Somontes Encruzado: produzido no Dão pela Casa da Passarella, com 100% Encruzado. Vibrante, mineral e saboroso, com boa estrutura. Premium Wines

Vadio Branco: também da Bairrada, é produzido pelo enólogo Manuel Diniz com as uvas Cercial (80%) e Bical (20%). Uma ótima descoberta! Épice Importação

Herdade do Rocim Branco: escolhendo muito bem os cortes, a enóloga Catarina Vieira consegue dar frescor aos seus brancos produzidos no Alentejo. World Wine

Crasto Douro Branco: produzido no Douro, pela Quinta do Crasto, é um corte de uvas locais, que não passa por madeira. Um vinho fresco, com toques cítricos, ótimo para aperitivos. Qualimpor

 

 


0 Comentários

Deixe o seu comentário!