Mesa Completa - Por Solange Souza

Menu

Colunistas • 28 de dezembro de 2017

Bacalhau para o Ano Novo 

Bacalhau é uma das iguarias que mais gosto de comer. Faço de várias formas, como nesta receita deliciosa – Chef Carlos Ribeiro

bacalhau

Sempre ouvimos falar que para o menu de ano novo somente bichos que andem para frente! Mas o bacalhau é um peixe que nada para frente, acho eu. Será? E agora? E se ele nadar de costas como o golfinho? Espero que não. Mas vamos ao que interessa.

Bacalhau é uma das iguarias que mais gosto de comer. Faço de várias formas, ensopado, com ovo, com couve rasgada, com repolho, pimentões, azeite, alho, sim… muito alho! E com azeitonas, tomates e batatas, que nunca podem faltar.

Essa receita que vou dar hoje, ganhei em 1986 da minha colega de faculdade de comunicação Tina Gondim. Trabalhamos juntos por uns 10 anos na universidade onde nos graduamos. Tina sempre foi uma mulher sofisticada e cheia das receitas bacanas, mas essa marcou a minha vida. Acho que eu já fiz esse bacalhau mais do que ela mesma. Me fala se está bom, Tina?

As muitas passagens com essa amiga são, graças aos deuses, cheias de comidas e bebidas, não é mesmo? Na casa onde ela nasceu havia dois bares para consumo familiar: na sala, o Tiffany e no jardim, o Barthô. Para fechar o assunto, o cachorro tinha o nome de Bacco. Ainda bem que o pet da família tinha esse nome e não poderia ser outro. Agradeço ao deus Bacco por ter colocado sempre pessoas assim que bebem e comem o tempo todo e todo o tempo! Isso sim é um momento para se dizer gratidão!

Fazendo um passeio pelas minhas histórias e receitas, me lembrei deste maravilhoso bacalhau Benedictini. Nesses 31 anos que faço essa receita, me transporto para momentos muito especiais! Obrigado amiga por esse presente que é um tesouro na minha vida! Para você Tina Dindin ( sim a chamo assim carinhosamente) muito bom escrever e ver esse filme passando agora. E claro que tomei um “ÓISK” para inspirar esse momento de boas lembranças e amizade, ouvindo Nina Simone e alguns musicais que você ama tanto.

A homenageada de hoje nada mais justo que Tina Gondim Scherrer.

Feliz 2018!

Bacalhau Benedictine:

Ingredientes

  • 1 kg de bacalhau dessalgado e desfiado
  • 1/2 kg de cebola em rodelas finas
  • 2 dentes de alho
  • 150 g de azeitonas pretas sem caroço
  • 150 g de azeitonas verdes sem caroço
  • 200 g de manteiga sem sal
  • 2 gemas de ovo
  • 2 kg de batatas cozidas
  • 1 copo de leite
  • noz-moscada
  • 200 ml de creme de leite fresco
  • 100 g de queijo parmesão ralado

Preparo
1. Com as batatas, o leite e 150 g de manteiga, faça um purê numa panela grande e reserve.
2. Em uma frigideira grande, frite o bacalhau desfiado em um  pouco de azeite de oliva. Reserve.
3. Depois, acrescente mais um pouco de azeite e frite o alho e a cebola em fogo baixo até dourarem levemente. Desligue o fogo e reserve mantendo o azeite da frigideira.
4. Ao purê de batatas, misture o bacalhau frito, as cebolas, o azeite e as azeitonas. Finalize acrescentando o creme de leite e incorporando-o à massa, que deve manter uma textura bem cremosa, mas firme.
5. Unte uma forma com o restante da manteiga e coloque a massa. Pincele com gema de ovo e polvilhe por cima o queijo parmesão ralado e um pouco de noz-moscada moída. Leve ao forno quente (200ºC) por 40 minutos. Depois, deixe de 20 a 30 minutos em forno baixo (150ºC a 100ºC) até dourar.
6. Retire do forno e sirva em seguida com arroz branco e batata palha.


0 Comentários

Deixe o seu comentário!